728 ad

Tratamento da enxaqueca e perda de peso

Tratamento da enxaqueca e perda de peso Dr Mario Peres, médico neurologista, escreve sobre o tratamento da enxaqueca e as implicações da perda de peso. O tratamento da enxaqueca é influenciado pelo peso corporal do paciente. Remédios afetam o peso, tanto os que aumentam o peso, quanto os que diminuem o peso. A obesidade influencia como causa da cronificação da enxaqueca, alterações metabólicas decorrentes da obesidade podem ser complicadores do tratamento da enaqueca. Perder peso significa diminuir a sobrecarga que pode existir na pessoa que sofre com a enxaqueca. A maioria das pessoas estão no chamado sobrepeso, as portadoras de enxaqueca também. A perda de peso é então favorável para a melhora da enxaqueca. O EFEITO DOS REMÉDIOS – PERDA DE PESO E ENXAQUECA REMÉDIOS QUE DIMINUEM O PESO O primeiro ponto a se considerar é o efeito negativo que remédios para diminuir o peso podem ter na enxaqueca. Sibutramina (plenty, reductil) e anfetaminas (fenproporex, anfepramona) normalmente agravam as crises de enxaqueca, tornando-as mais frequentes, mais fortes, obrigando a sofredora ou sofredor de enxaqueca a parar o remédio. Muitas vezes o paciente não percebe e mantém o tratamento. MEDIDAS QUE DIMINUEM O PESO Importante lembrar que ficar sem comer, o jejum prolongado, é um desencadeador da enxaqueca. Fazer regime ficando sem comer não é vantagem nenhuma. Perder peso nada mais é que diminuir a ingesta alimentar de calorias e queimá-las com exercícios físicos. A realização de atividade física é benéfica para o tratamento da enxaqueca, um exercício regular, sem exageros, constante, com atividade aeróbica, exercícios como corrida, caminhada, dança, bicicleta, natação, todos podem ser extremamente úteis no TRATAMENTO DA ENXAQUECA e também importantes para perda de peso. REMÉDIOS QUE AUMENTAM O PESO MAS TRATAM DA ENXAQUECA Existem alguns remédios que são bons para enxaqueca infelizmente tem como efeito colateral o aumento de peso, são eles os antidepressivos tricíclicos (amitriptilina,...

Tratamento da Enxaqueca

Dr Mario Peres, médico neurologista, com pós-doutorado na Filadélfia, explica as várias formas de tratamento da enxaqueca Tratamento da Enxaqueca O tratamento da enxaqueca pode ser com remédio ou sem remédio, pode ser um tratamento preventivo, para evitar que venham as crises de enxaqueca, que é o principal conceito no tratamento da enxaqueca, ou pode ser também um tratamento agudo, com medidas que aliviam as dores de cabeça fortes ou fracas na hora em que elas aparecem. O tratamento da enxaqueca tem então um diagrama como vemos abaixo: TRATAMENTO  PREVENTIVO MEDICAMENTOSO TRATAMENTO AGUDO MEDICAMENTOSO TRATAMENTO  PREVENTIVO NÃO MEDICAMENTOSO TRATAMENTO AGUDO NÃO MEDICAMENTOSO Leia mais sobre tratamento da enxaqueca em http://cefaleias.com.br/tratamento TRATAMENTO DA ENXAQUECA O primeiro passo para um tratamento eficaz da enxaqueca ou outra dor de cabeça, cefaleia, como a cefaleia tensional, cefaleia em salvas é o correto diagnóstico Quando a dor é diária, mais dias com dor do que sem dor, o tratamento muda consideravelmente Na enxaqueca, o mais importante é o tratamento preventivo, cuidado com o uso excessivo de analgésicos Entender o que é a enxaqueca é fundamental para o paciente, saber as causas da enxaqueca, saber como evitar a enxaqueca. Entender que o sistema de dor é um sistema de defesa do organismo que dispara quando algo nao está bem, e na enxaqueca ele dispara demais Portanto é imprescindível tratar o problema na sua raiz, evitando que o sistema de dor dispare excessivamente, analgésicos nāo  sāo tāo importantes como os preventivos Existem tratamentos medicamentosos e nao medicamentosos para enxaqueca. Normalmente eles sāo associados TRATAMENTOS PARA ENXAQUECA SEM REMÉDIO Exercícios físicos, psicoterapia, higiene do sono, manejo do estresse, relaxamentos, fisioterapia, acupuntura sāo formas de tratamento nāo medicamentosos para enxaqueca. Evitar os desencadeantes é também importante, para entender melhor muitas vezes é necessário preencher um diário, anotando a ocorrência das crises e os fatores que as provocaram Os principais desencadeantes...

Enxaqueca, dor de cabeça e obesidade

Enxaqueca, dor de cabeça e obesidade Dr Mario Peres, médico neurologista, escreve sobre a relação das dores de cabeça, enxaqueca e obesidade. Obesidade é um problema de saúde pública, muito frequente na população geral, assim como as cefaleias, dores de cabeça, enxaqueca. É importante saber a associação das dores de cabeça e obesidade, pois muitas implicações existem, tanto para diagnóstico quanto para o tratamento da enxaqueca e o tratamento da obesidade, ou sobrepeso. Algumas medicações para diminuir o peso podem agravar a enxaqueca, como  a sibutramina (plenty, reductil, sibutral, meridia) e estimulantes como a anfepramona, fenproporex, anfetaminas que inibem o apetite. Como enxaquecas e outras cefaleias são comuns em obesidade, as chances destes medicamentos complicarem as dores de cabeça da paciente são razoáveis. Por outro lado, o topiramato (topamax,amato, toptil, topiramato) pode ser extremamente eficaz para a prevenção das cefaleias e ainda induzir a perda de peso, pois estabiliza o humor, inibe a compulsão alimentar, além de ajudar no metabolismo. O topiramato é um dos grandes remédios usados no tratamento da enxaqueca. O tratamento da enxaqueca pode ser agudo ou preventivo, para se evitar que venham as crises.  Exercícios físicos são benéficos tanto para aliviar as dores de cabeça quanto a ajudar a perda de peso. exercícios aeróbicos com gasto calórico, iniciando gradualmente e chegando a 4 vezes por semana, no mínimo por meia hora. Para saber mais veja em http://cefaleias.com.br/2010/tratamento-da-enxaqueca-com-exercicios-fisicos A obesidade está relacionada também a aumento da frequencia das crises de enxaqueca,e a outras síndromes neurológicas como a hipertensão intracraniana benigna, que é um aumento da pressão interna na cabeça que causa dor de cabeça, alteração visual, zumbidos, ocorrendo com frequencia em pacientes obesos. O tratamento desta síndrome é feito com medidas de redução da pressão intracraniana, com remédios e intervenções. Para marcar uma consulta com o Dr Mario Peres ligue para 11 3285-5726 ou 11 2151-0110. Tags: amato,...

Cefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamento

Conheça mais sobre a pior dor de cabeça que o homem pode sentir QUER SABER MAIS SOBRE DORES DE CABECA e ENXAQUECA ? acesse o http://cefaleias.com.br e o http://dordecabeca.net O que é cefaleia em salvas Cefaléia em salvas (CS) é um tipo de dor de cabeça diferente da enxaqueca e da cefaléia tipo tensional. É definida como uma doença neurológica e é conhecida como uma das piores dores de cabeça que o ser humano pode experienciar. Ao contrário da enxaqueca, afeta mais homens que mulheres, acomete apenas um lado da cabeça, mais na região da fronte e olho, acompanhada de lacrimejamento, vermelhidão nos olhos, entupimento nasal, coriza, suor no rosto e queda da pálpebra. Um aspecto marcante é a ritmicidade das crises, tanto com um período preferencial de ocorrer ao longo do ano, como na sua predileção para atacar à noite. Se voce tem cefaleia em salvas e gostaria de marcar uma consulta com o Dr Mario Peres  ligue para  11 32855726 (Centro de Cefaleia São Paulo) ou no 11 2151-0110 (Hospital Albert Einstein), para saber mais sobre a clínica acesse http://cefaleias.com.br/clinica para conhecer as publicações do Dr Mario Peres sobre cefaleia em salvas clique emhttp://cefaleias.com.br/dr-mario-peres/cv-lattes/ Assista ao vídeo para saber mais sobre Cefaleia em Salvas Diagnóstico da cefaleia em salvas, sintomas da cefaleia em salvas Como o médico faz o diagnóstico de cefaléia em salvas? Infelizmente os sofredores de cefaléia em salvas peregrinam anos e até décadas sem ter um diagnóstico correto. São diagnosticados como enxaqueca, neuralgia do trigêmeo, quando não são taxados de loucos… A cefaléia em salvas é tão característica e distinta das outras dores de cabeça que o diagnóstico pode ser feito a partir das primeiras palavras do paciente. Em alguns casos, já se pode suspeitar só pelas características faciais, pois alguns deles apresentam o rosto marcado, cheio de rugas; é a chamada fácies “leonina”, e a pele tem aspecto de casca de laranja. Apesar das características aparentes, o médico faz...