728 ad
Cefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamento

Cefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamento

Conheça mais sobre a pior dor de cabeça que o homem pode sentir

QUER SABER MAIS SOBRE DORES DE CABECA e ENXAQUECA ?

acesse o http://cefaleias.com.br e o

http://dordecabeca.net

O que é cefaleia em salvas

Cefaléia em salvas (CS) é um tipo de dor de cabeça diferente da enxaqueca e da cefaléia tipo tensional. É definida como uma doença neurológica e é conhecida como uma das piores dores de cabeça que o ser humano pode experienciar. Ao contrário da enxaqueca, afeta mais homens que mulheres, acomete apenas um lado da cabeça, mais na região da fronte e olho, acompanhada de lacrimejamento, vermelhidão nos olhos, entupimento nasal, coriza, suor no rosto e queda da pálpebra. Um aspecto marcante é a ritmicidade das crises, tanto com um período preferencial de ocorrer ao longo do ano, como na sua predileção para atacar à noite.

Se voce tem cefaleia em salvas e gostaria de marcar uma consulta com o Dr Mario Peres  ligue para  11 32855726 (Centro de Cefaleia São Paulo) ou no 11 2151-0110 (Hospital Albert Einstein), para saber mais sobre a clínica acesse http://cefaleias.com.br/clinica

para conhecer as publicações do Dr Mario Peres sobre cefaleia em salvas clique emhttp://cefaleias.com.br/dr-mario-peres/cv-lattes/

Assista ao vídeo para saber mais sobre Cefaleia em Salvas Imagem de Amostra do You Tube

Diagnóstico da cefaleia em salvas, sintomas da cefaleia em salvas

Como o médico faz o diagnóstico de cefaléia em salvas? Infelizmente os sofredores de cefaléia em salvas peregrinam anos e até décadas sem ter um diagnóstico correto. São diagnosticados como enxaqueca, neuralgia do trigêmeo, quando não são taxados de loucos…

A cefaléia em salvas é tão característica e distinta das outras dores de cabeça que o diagnóstico pode ser feito a partir das primeiras palavras do paciente. Em alguns casos, já se pode suspeitar só pelas características faciais, pois alguns deles apresentam o rosto marcado, cheio de rugas; é a chamada fácies “leonina”, e a pele tem aspecto de casca de laranja.

Apesar das características aparentes, o médico faz o diagnóstico de cefaléia em salvasbaseado nos seguintes critérios diagnósticos:

a) pelo menos cinco crises preenchendo critérios B a D ;

b) dor forte ou muito forte unilateral, orbitária, supra-orbitária e/ou temporal, durando de 15 minutos a 3 horas, se não tratada;

c) a cefaléia é acompanhada de pelo menos um dos seguintes itens:

1. hiperemia) conjuntival (olho vemelho) e/ou lacrimejamento ipsilaterais (do mesmo lado da dor);
2. congestão nasal e/ou rinorréia (coriza nasal) ipsilaterais;
3. edema palpebral (inchaço nos olhos) ipsilateral;
4. sudorese frontal e facial ipsilateral;
5. miose e/ou ptose (queda da pálpebra) ipsilateral;
6. sensação de inquietude ou agitação.

As crises têm freqüência variante de uma a cada dois dias a oito por dia, se não for atribuída a outro transtorno, ou seja, no caso de um tumor, aneurisma ou outra doença.

Fatores de risco e desencadeantes da cefaleia em salvas

Alguns fatores são precipitantes de crises e outros fatores são de risco para o aparecimento da cefaléia em salvas.

Tabagismo e etilismo são muito associados a salvas. Geralmente são pacientes que fumam ou já fumaram ou até mesmo são tabagistas passivos. O álcool é um potente deflagrador de crises; em geral o paciente bebe com exageros fora dos surtos e sabe que não pode pôr uma gota de álcool na boca quando em fase de crises.

Altitude, baixa saturação de oxigênio, exposição a solventes, altas temperaturas, muita ansiedade, alterações do ritmo biológico, do ciclo sono-vigília e oscilações do humor são também associadas à Cefaleia em Salvas.

CAUSAS DA CEFALEIA EM SALVAS

Por que ocorre a cefaleia em salvas?

Os mecanismos da cefaléia em salvas são diversos, mas podemos dividir em três grupos ou aspectos: cronobiológico, vascular e oxigenação.

cronobiológico se dá porque na Cefaleia em Salvasocorre a disfunção de um núcleo (núcleo supraquiasmático) numa região pequena e central do cérebro, o hipotálamo. O núcleo supraquiasmático é nosso relógio biológico. É através dele que ocorre o estímulo para a produção e secreção de melatonina na glândula pineal, substância que é alterada no sofredor de cefaléia em salvas.

O aspecto vascular se dá pelas alterações circulatórias das artérias cerebrais. A oxigenação interfere na cefaléia, pois muitos pacientes apresentam apnéia do sono, uma doença que reduz as taxas de oxigênio no cérebro. Também são fatores de risco o tabagismo e a altitude, ambos pela alteração nos níveis de O2.

Tratamento da cefaleia em salvas

O tratamento da cefaléia em salvas deve ser iniciado unicamente depois de um diagnóstico correto. Deve-se tratar preventivamente, ou seja, evitar que as crises apareçam, e também tratar a crise na hora que ela vem. Como a doença se manifesta por surtos, é interessante fazer um tratamento de transição, com medicamentos ou procedimentos que fazem efeito nas crises, enquanto o tratamento preventivo inicia gradualmente o seu efeito.

Assista ao vídeo para saber mais sobre tratamento da cefaleia em salvas

cefaleia em salvas O que é cefaleia em salvas Diagnóstico da cefaleia em salvas desencadeantes da cefaleia em salvas Causas da cefaleia em salvas Tratamento da cefaleia em salvas

Cefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamento

Dr Mario Peres, médico neurologista escreve sobre as causas, sintomas e tratamento da Cefaleia em Salvas.

Cefaleia em Salvas

O que é cefaleia em salvas, Diagnóstico da cefaleia em salvas

Fatores de risco, causas e desencadeantes da cefaleia em salvas

Tratamento da cefaleia em salvas

Se voce tem cefaleia em salvas e gostaria de marcar uma consulta com o Dr Mario Peres  ligue para  11 32855726  (Centro de Cefaleia São Paulo) ou no 11 2151-0110 (Hospital Albert Einstein), para saber mais sobre a clínica acesse http://cefaleias.com.br/clinica

para conhecer as publicações do Dr Mario Peres sobre cefaleia em salvas clique em http://cefaleias.com.br/dr-mario-peres/cv-lattes/

O que é cefaleia em salvas

A Cefaleia em salvas é um tipo de dor de cabeça diferente da enxaqueca e da cefaléia tipo tensional. É definida como uma doença neurológica e é conhecida como uma das piores dores de cabeça que o ser humano pode experienciar. Ao contrário da enxaqueca, afeta mais homens que mulheres, acomete apenas um lado da cabeça, mais na região da fronte e olho, acompanhada de lacrimejamento, vermelhidão nos olhos, entupimento nasal, coriza, suor no rosto e queda da pálpebra. Um aspecto marcante é a ritmicidade das crises, tanto com um período preferencial de ocorrer ao longo do ano, como na sua predileção para atacar à noite. É conhecida também como Cefaleia de Horton, Cefaleia Histamínica, chamada também de cefaleia suicida pela sua característica dor excruciante. Alguns a chamam erroneamente de enxaqueca em salvas. Em outros países e línguas a cefaleia em salvas tem outros nomes: cluster headache, em inglês; céphalée en grappe, em francês; cefalee a grappolo, em italiano; Cefalea em Racimos, em espanhol, e, em alguns países de língua portuguesa, cefaléia em cachos. Todos nomes são alusivos ao cacho de uva.

Diagnóstico da cefaleia em salvas

Como o médico faz o diagnóstico de cefaleia em salvas? Infelizmente os sofredores de cefaleia em salvas peregrinam anos e até décadas sem ter um diagnóstico correto. São diagnosticados como enxaqueca, neuralgia do trigêmeo, quando não são taxados de loucos…

A cefaleia em salvas é tão característica e distinta das outras dores de cabeça que o diagnóstico pode ser feito a partir das primeiras palavras do paciente. Em alguns casos, já se pode suspeitar só pelas características faciais, pois alguns deles apresentam o rosto marcado, cheio de rugas; é a chamada fácies “leonina”, e a pele tem aspecto de casca de laranja.

Apesar das características aparentes, o médico faz o diagnóstico de cefaleia em salvas baseado nos seguintes critérios diagnósticos:

a) pelo menos cinco crises preenchendo critérios B a D ;

b) dor forte ou muito forte unilateral, orbitária, supra-orbitária e/ou temporal, durando de 15 minutos a 3 horas, se não tratada;

c) a cefaleia é acompanhada de pelo menos um dos seguintes itens:

1. hiperemia) conjuntival (olho vemelho) e/ou lacrimejamento ipsilaterais (do mesmo lado da dor);
2. congestão nasal e/ou rinorréia (coriza nasal) ipsilaterais;
3. edema palpebral (inchaço nos olhos) ipsilateral;
4. sudorese frontal e facial ipsilateral;
5. miose e/ou ptose (queda da pálpebra) ipsilateral;
6. sensação de inquietude ou agitação.

As crises têm freqüência variante de uma a cada dois dias a oito por dia, se não for atribuída a outro transtorno, ou seja, no caso de um tumor, aneurisma ou outra doença.

Cefaleia em salvas na população

A cefaleia em salvas pode acometer de 0,07 a 0,27% da população geral. Em 9.800 recrutas suecos de 18 anos, a Cefaleia em Salvas foi encontrada em 0,09%. Em 21.792 habitantes de San Marino, observou-se 0,09%. Na Dinamarca, os números são ainda maiores: 0,14%. Recentemente, na Itáli,a observou-se uma taxa maior, 279 para 100.000 habitantes, ou seja, 0,27%. Ainda faltam dados para sabermos no Brasil qual a prevalência da Cefaleia em Salvas.

Faixa etária e sexo

Cefaleia em salvas é uma cefaléia que afeta principalmente o homem adulto. Um fenômeno recente vem acontecendo na cefaleia em salvas: a mulher ganha espaço não só no mercado de trabalho mas também na quantidade de casos de Cefaleia em salvas. Os primeiros dados sobre a doença apontavam para uma taxa de oito homens para uma mulher com esse tipo de cefaléia, quer dizer que havia 8 vezes mais homens que mulheres com Cefaleia em Salvas. Esses números baixaram. Ainda os homens tem mais Cefaleia em Salvas, mas em uma relação menor, de dois a três homens para um mulher.

A idade média de início mais comum é 28 anos, mas a faixa de 20 a 40 anos é geralmente respeitada. Pode ocorrer na infância (raramente) e freqüentemente os pacientes se mantém com crises até as décadas mais adiantadas.

Fatores de risco, causas e desencadeantes da cefaleia em salvas

Alguns fatores são precipitantes de crises e outros fatores são de risco para o aparecimento da cefaleia em salvas.

Tabagismo e etilismo são muito associados a cefaleia em salvas. Geralmente são pacientes que fumam ou já fumaram ou até mesmo são tabagistas passivos. O álcool é um potente deflagrador de crises; em geral o paciente bebe com exageros fora dos surtos e sabe que não pode pôr uma gota de álcool na boca quando em fase de crises.

Altitude, baixa saturação de oxigênio, exposição a solventes, altas temperaturas, muita ansiedade, alterações do ritmo biológico, do ciclo sono-vigília e oscilações do humor são também associadas à Cefaleia em Salvas.

CAUSAS DA CEFALEIA EM SALVAS

Por que ocorre a cefaleia em salvas?

Os mecanismos da cefaléia em salvas são diversos, mas podemos dividir em três grupos ou aspectos: cronobiológico, vascular e oxigenação. O cronobiológico se dá porque na Cefaleia em Salvas ocorre a disfunção de um núcleo (núcleo supraquiasmático) numa região pequena e central do cérebro, o hipotálamo. O núcleo supraquiasmático é nosso relógio biológico. É através dele que ocorre o estímulo para a produção e secreção de melatonina na glândula pineal, substância que é alterada no sofredor de cefaléia em salvas. O aspecto vascular se dá pelas alterações circulatórias das artérias cerebrais. A oxigenação interfere na cefaléia, pois muitos pacientes apresentam apnéia do sono, uma doença que reduz as taxas de oxigênio no cérebro. Também são fatores de risco o tabagismo e a altitude, ambos pela alteração nos níveis de O2.

Tratamento da cefaleia em salvas

O tratamento da cefaleia em salvas deve ser iniciado unicamente depois de um diagnóstico correto. Deve-se tratar preventivamente, ou seja, evitar que as crises apareçam, e também tratar a crise na hora que ela vem. Como a doença se manifesta por surtos, é interessante fazer um tratamento de transição, com medicamentos ou procedimentos que fazem efeito nas crises, enquanto o tratamento preventivo inicia gradualmente o seu efeito.

Tratamento preventivo da cefaleia em salvas

Vários medicamentos podem ser usados para o tratamento preventivo da cefaleia em salvas. Os remédios mais utilizados são: Verapamil/dilacoron, corticóides, topiramato (topamax, amato, toptil), divalproato (depakote), Melatonina, Litio, bloqueio de nervo occipital, aplicação de toxina botulínica, botox, neurolépticos (olanzapina, zyprexa).

Tratamento da crise de cefaleia em salvas

Na hora da crise de cefaleia em salvas, normalmente o desespero toma conta do paciente, ele fica agitado, não consegue ficar parado. Analgésicos comuns não encurtam a duração da crise, não tem resultado como os triptanos (sumatriptano, sumax, rizatriptano, maxalt, zolmitrpitano, zomig), ergotaminas e o uso do oxigênio. Devido ‘a rápida duração das crises de cefaleia em salvas a inalação de oxigênio dificilmente consegue ser realizada em um pronto socorro, pronto atendimento, em alguns casos é necessário alugar um pequeno cilíndro de oxigênio e máscara para aplicação imediata.

ATENÇÃO !

Não se auto medique!

Para marcar uma consulta com o Dr Mario Peres, médico neurologista, diretor do Centro de Cefaleia Sāo Paulo, ligue para

Centro de Cefaleia São Paulo, situado a R Joaquim Eugenio de Lima, 881 cj 708, fone (11) 3285-5726     Jardins – São Paulo – SP

Consultório no Hospital Albert Einstein, Sala 110- 1 andar, (11) 2151-0110   Morumbi, São Paulo, SP

Leia o livro Dor de Cabeça: o que ela quer com você? Integrare Editora, Escrito pelo Dr Mario Peres

cefaleia em salvas facebook http://www.facebook.com/pages/Cefaleia-em-Salvas/167434143053

cefaleia em salvas http://cefaleias.com.br/cefaleias/cefaleia-em-salvas

cefaleia em salvas tem cura http://cefaleias.com.br/blog/cefaleia-em-salvas-tem-cura

cefaleia em salvas bloqueio http://dordecabeca.net/en/blog/2011/02/19/tratamento-cefaleia-em-salvas-bloqueio/

cefaleia em salvas causas sintomas tratamento http://dordecabeca.net/blog/2010/05/21/cefaleia-em-salvas-causas-sintomas-e-tratamento/

cefaleia em salvas artigonal http://www.artigonal.com/medicina-artigos/tratamento-da-cefaleia-em-salvas-com-bloqueio-4259744.html

http://www.artigonal.com/medicina-artigos/cefaleia-em-salvas-e-enxaqueca-1063094.html

cefaleia em salvas

cefaleia em salvas youtube http://www.youtube.com/watch?v=sUCLMZa0txc

Leia todos os posts sobre cefaleia em salvas clicando aqui cefaleia em salvas

palavras chave: cefaleia em salvas, cefaleia de horton, cefaleia em salva, enxaqueca em salvas, cefaleia em salvas tratamento, cefaleia em salvas especialista, cefaleia em salvas causas, cefaleia em salvas tem cura, dor de cabeça, dores de cabeça, triptanos, sumatriptano, sumax, rizatriptano, maxalt, zolmitrpitano, zomig, ergotamina, oxigênio, Verapami, dilacoron, corticóides, topiramato, topamax, amato, toptil, divalproato, depakote, Melatonina, Litio, bloqueio de nervo occipital, aplicação de toxina botulínica, botox, neurolépticos, olanzapina, zyprexa

468 ad

8 Responsesto “Cefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamento”

  1. Marcelo Valerio Ramos disse:

    Dr. Mario Peres

    Tenho 41 anos de idade e ha mais de 25 anos tenho com frequencias anuais crises de cefaleia em salvas, ate entao, era medicado com verapamil, cortisona e ormigrein ( ergotamina ), este ultimo tomava a noite para nao ter crises de madrugada, porem, este medicamento esta com sua venda suspensa. Qual outro medicamento a base de ergotamina poderei usar para este fim?

    Atte

    Marcelo

  2. sia disse:

    e eu que pensava que a maior dor que o homem poderia sentir

  3. Nidau Távora disse:

    Dr. Mario Peres

    Tenho quase todos os sintomas, mas a dor q sinto n é tão intensa assim. Meu medico falou que é o q tenho é chamada popularmente de enxaqueca do homem. Faço o tratamento com indocid p dor e Flunarim, mas atualmente o p dor não faz mas efeito. Q devo fazer?

  4. Grazziella disse:

    Pode ocorrer em mulher? Meus olhos incham e minha pele fica horrivel quando tenho dor de cabeça, que vem sendo tratada como enxaqueca pelos médicos. Sem sinal de melhora.

  5. reginaldo fco. silva disse:

    Dr. sou portador de Cefaléia em
    Salvas desde os 27 anos e tenho hoje 41, sou tabagista e tomo bebidas alcolicas; a pergunta é, existe uma idade em que a cefaléia desaparece?

  6. Jailson santana sales disse:

    Tenho cefaléia em salvas. Gostaria de ajuda ñ aguento as dore forte de madrugada ja acordo com ela. Moro na Bahia. E até agora ñ consegui medicos para reslover. O que posso fazer ? Vcs conhecem algum medico aqui como esse medíco ai em são Paulo.

  7. Hildemar Martins Junior disse:

    Minha esposa vem sofrendo ha mais de 2 anos com cefaleia em salvas. Não sei mais o que fazer. Ela tem 38 anos e nao consegue sair da fase aguda da crise desde abril. Ja tomou tudo e agora está tomando lithium… ate cilindro de O2 temos dentro do nosso quarto!!!!!!!!

  8. marioperes disse:

    Ola HIldemar, não desista, existem sempre opções boas para o tratamento da cefaleia em salvas

Trackbacks/Pingbacks

  1. Cefaleia em Salvas: Sintomas e tratamento | dordecabeca.net - [...] | Diagnóstico da cefaleia em salvas | desencadeantes da cefaleia em salvas| Causas da cefaleia em salvas| Tratamento da cefaleia em salvas // [...]
  2. Cefaleia em Salvas e Melatonina | Dor de Cabeça, Dores de Cabeça, Enxaqueca. Dr Mario Peres, neurologista, saúde e qualidade de vida - [...] cefaleia em salvas causas sintomas tratamento http://dordecabeca.net/blog/2010/05/21/cefaleia-em-salvas-causas-sintomas-e-tratamento/ [...]
  3. Oxigênio no tratamento da crise de Cefaleia em Salvas | Dor de Cabeça, Dores de Cabeça, Enxaqueca. Dr Mario Peres, neurologista, saúde e qualidade de vida - [...] A Cefaleia em Salvas tem algumas particularidades, tanto na sua apresentação clínica quanto no seu tratamento. Leia Cefaleia em …
  4. Dores de Cabeça e Sinusite | Dor de Cabeça, Dores de Cabeça, Enxaqueca. Dr Mario Peres, neurologista, saúde e qualidade de vida - [...] cefaleia em salvas causas sintomas tratamento http://dordecabeca.net/blog/2010/05/21/cefaleia-em-salvas-causas-sintomas-e-tratamento/ [...]
  5. Tratamento da Cefaleia em Salvas com Bloqueio | Dor de Cabeça, Dores de Cabeça, Enxaqueca. Dr Mario Peres, neurologista, saúde e qualidade de vida - [...] cefaleia em salvas causas sintomas tratamento http://dordecabeca.net/blog/2010/05/21/cefaleia-em-salvas-causas-sintomas-e-tratamento/ [...]
  6. Cefaleia em Salvas: Sintomas e tratamento | Dor de Cabeça, Dores de Cabeça, Enxaqueca. Dr Mario Peres, neurologista, saúde e qualidade de vida - [...] cefaleia em salvas causas sintomas tratamento http://dordecabeca.net/blog/2010/05/21/cefaleia-em-salvas-causas-sintomas-e-tratamento/ [...]
  7. Dor de Cabeça Estudo mapeia progressão da Enxaqueca Crônica | Voz da Barra - [...] Cefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamentoCefaleia em Salvas: causas, sintomas e tratamentoCe... (8) [...]

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *